A Ambra University é reconhecida ou credenciada pelo MEC?

0
424
Credenciamento da Ambra University

Uma dúvida comum entre brasileiros é “A Ambra University é reconhecida pelo MEC?” e esse texto visa esclarecer detalhes para você que realizou essa pesquisa. As pessoas querem saber se o credenciamento da Ambra University é realizado no MEC ou em qual órgão de qual país.

Antecipando e resumindo, a Ambra é uma universidade sediada em Orlando, nos Estados Unidos da América e, portanto, credenciada pelo órgão competente nos EUA, sem qualquer vínculo com órgãos governamentais de outros países como o Brasil. O MEC do Brasil somente possui competência para fiscalizar instituições sediadas no Brasil.

Os títulos emitidos pela Ambra são americanos, assim como os de qualquer universidade sediada nos EUA e, com relação a Brasil, já há casos de revalidação/reconhecimento de nosso título americano de Mestrado em Ciências Jurídicas (Master of Science in Legal Studies) na Universidade Católica de Brasília e na Universidade Cândido Mendes, que são universidades brasileiras credenciadas pelo MEC e com competência para analisar pedidos de reconhecimento de títulos estrangeiros de mestrado no Brasil.

Respondida a pergunta de forma direta, vamos aos detalhes para que você compreenda verdadeiramente porque não faz nenhum sentido perguntar se a Ambra ou qualquer outra universidade americana é reconhecida ou credenciada pelo MEC do Brasil.

A Ambra University é reconhecida pela MEC?

O credenciamento da Ambra é o FL-DOE-CIE-4001 e é realizado pela Commission for Independent EducationFlorida Department of Education, que é o equivalente ao MEC para instituições privadas com sede na Florida. Ao estudar na Ambra University ou em qualquer uma das milhares de universidades sediadas nos Estados Unidos da América, o egresso conquista um título ou certificado americano. A Ambra atua há mais de 10 anos ofertando via internet ensino superior de excelência com rigor acadêmico, seriedade da instituição de ensino superior, dedicação dos professores e compromisso dos estudantes.

O MEC do Brasil não regula, não fiscaliza e não controla o ensino realizado por instituições sediadas em outras nações porque trata-se de órgão governamental brasileiro, portanto atuando somente em instituições sediadas no Brasil.

Note que o número de credenciamento da Ambra University não é uma portaria do Ministério da Educação (MEC) do Brasil e isso ocorre porque o MEC é um órgão do governo brasileiro que regula, fiscaliza e credencia instituições de ensino criadas por empresas ou entidades com sede no Brasil, ou seja, universidades e faculdades brasileiras que emitem diplomas e certificados brasileiros.

A Ambra é uma universidade americana porque ela está legalmente constituída nos EUA e porque segue a legislação americana e, portanto, é credenciada e tem seus cursos regulados, fiscalizados, autorizados e reconhecidos no país de sua sede, EUA, sendo seus diplomas de nacionalidade americana, assim como os de qualquer outra instituição dos Estados Unidos da América.

Como o MEC é órgão do governo do Brasil e a Ambra é uma universidade dos EUA, não há como a Ambra ser fiscalizada por um órgão brasileiro porque cada país regula, controla e fiscaliza suas próprias universidades.

Site do Governo que você encontra dados de credenciamento e cursos reconhecidos da Ambra University: https://www.fldoe.org/policy/cie/

Mas quem ensina em português não tem que ser credenciado pelo MEC?

Talvez a principal confusão que haja para gerar a pergunta se a Ambra University é credenciada pelo MEC ou não se deve ao fato de a Ambra oferecer vários cursos em língua portuguesa. Porém, o idioma de instrução utilizado por uma instituição de ensino não possui relação com a competência do órgão regulador.

Instituições brasileiras que oferecem cursos em língua inglesa não tem a obrigatoriedade de serem credenciadas por órgão governamental americano, inglês ou australiano. Da mesma maneira, instituições americanas, portuguesas, angolanas, moçambicanas que oferecem cursos em língua portuguesa não tem a obrigatoriedade de serem credenciadas por órgão governamental brasileiro.

O idioma de instrução não é um gatilho para a necessidade de regulação ou fiscalização por órgão governamental de país que fala o mesmo idioma. O gatilho para regulação é a localização física da sede da instituição de ensino, independentemente de qual idioma os cursos estejam sendo oferecidos.

As universidades no mundo e o MEC

O mundo possui aproximadamente 200 países, a depender de quem faz a contagem, e cada um desses países possui suas próprias regras de criação, fiscalização, regulação e controle de suas universidades e faculdades.

O MEC do Brasil é órgão do governo brasileiro que possui poder para regular, controlar e fiscalizar as faculdades e universidades criadas por empresas, governos ou organizações com sede no Brasil.

As americanas Harvard University, Stanford University, Ambra University, PennState University, Grand Canyon University, University of Miami, University of Central Florida, Yale University, Rollins College, College of William and Mary, New York University, etc. são reguladas e fiscalizadas por órgãos americanos porque elas são universidades dos Estados Unidos da América.

Similarmente, as universidades europeias como Oxford University, Cambridge University, University of Liverpool, Universidade de Berlin, Universidade de Coimbra, Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Munique, Universidade de Milão, Universidade de Salamanca, etc. são credenciadas, reguladas e fiscalizadas por órgãos governamentais de seu país sede.

Não há sentido lógico, no direito internacional, em um órgão de um país fiscalizar, controlar e regular uma universidade de outro país.

Bem, acredito que tenha ficado claro que o MEC possui jurisdição nas universidades brasileiras e somente nas brasileiras porque assim como os órgãos americanos, ingleses, alemães, português, argentinos, etc não regulam e não fiscalizam as universidades brasileira, o MEC também não regula e não fiscaliza as universidades de outros países.

O mestrado da Ambra é reconhecido pela CAPES?

A Capes é uma fundação pública do Brasil que fiscaliza mestrados de universidades sediadas no Brasil.

Como dito acima, a Ambra University está sediada em Orlando (Flórida – EUA) e é credenciada pelo órgão equivalente nos EUA para universidades sediadas na Flórida, o FL-DOE, portanto sem relação com órgãos brasileiros.

Os parágrafos anteriores esclarecem que a Ambra não está na jurisdição da Capes, ou seja, não há como existir vínculo de regulação entre a Capes e qualquer universidade dos Estados Unidos da América como a Ambra porque aquela regula mestrados e doutorados do Brasil e a Ambra é universidade dos EUA. Da mesma forma, os mestrados de universidades brasileiras NÃO são regulados ou fiscalizados por entidades de estado dos EUA tampouco de nenhuma outra nação, mas somente de órgãos do Brasil.

Ao estudar na Ambra ou em qualquer universidade dos EUA, a pessoa conquista título americano de mestrado. Eventualmente, a depender da necessidade de cada um, existe a alternativa de revalidar o título estrangeiro de mestrado no Brasil.

Caso você esteja buscando um mestrado oferecido por universidade sediada no Brasil, veja no site da Capes a lista de mestrados ofertados por universidades brasileiras:

https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/programa/quantitativos/quantitativoBuscaAvancada.xhtml

Um ponto que vale ressaltar é que NÃO faz nenhum sentido aplicar a frase “A Ambra University NÃO é credenciada pelo MEC” ou “O mestrado da Ambra University NÃO é reconhecido pela Capes” porque a Ambra é uma Universidade dos Estados Unidos da América e, por óbvio, o MEC e a Capes NÃO possuem poderes sob universidades dos EUA. Troque Ambra por qualquer outra universidade americana e as sentenças seguirão sem fazer sentido lógico formal. Da mesma maneira, não faz o menor sentido dizer “A universidade brasileira X não é credenciada pelo Florida Department of Education”, pois se a universidade X está sediada no Brasil, então ela somente deve seguir às diretrizes de credenciamento do MEC, sem qualquer responsabilidade com normas americanas.

Estudar nos Estados Unidos presencial ou via internet, na Ambra ou em outra universidade é uma opção que ajuda na vida de algumas pessoas e pode não ser uma alternativa adequada para outras pessoas.

Mas é possível reconhecer no Brasil o título americano de mestrado da Ambra University?

Muitas vezes, o que os interessados querem realmente saber quando perguntam se “a Ambra é credenciada pelo MEC?” ou “a Ambra é credenciada pela CAPES?” é na verdade: “É possível reconhecer o título americano de mestrado da Ambra no Brasil?”. Essa é uma pergunta que faz total sentido.

Em tese, qualquer título de mestrado estrangeiro pode ser submetido a pedido de reconhecimento no Brasil. No caso da Ambra, já há casos de revalidação/reconhecimento no Brasil de nosso título de Master of Science in Legal Studies (Mestrado em Ciências Jurídicas) na Universidade Católica de Brasília e na Universidade Cândido Mendes. Os demais programas de mestrado da Ambra ainda não possuem egressos, portanto ainda não houve pedidos de revalidação na data em que escrevo este texto.

Resumidamente, revalidações são possíveis, porém não são garantidas. Para entender em detalhes se você precisaria ou não do reconhecimento de um título estrangeiro no Brasil e também como funciona o processo, quais são as dificuldades e probabilidades, veja esse vídeo que esclarece o tema:

A nacionalidade de um diploma universitário

Ao longo do texto, esclareci que cada universidade tem um país sede e cada universidade é regulada e fiscalizada apenas por órgão governamental no seu país sede. Agora, vamos falar da nacionalidade de um diploma ou certificado.

Uma universidade tem uma nacionalidade e essa nacionalidade é repassada para o título ou certificado que essa universidade emite. Dessa forma:

  1. Uma universidade da Alemanha emite um título ou certificado alemão
  2. Uma universidade dos Estados Unidos da América emite um título ou certificado americano
  3. Uma universidade do Brasil emite um título ou certificado brasileiro
  4. Uma universidade da Inglaterra emite um título ou certificado inglês
  5. Uma universidade de Portugal emite um título ou certificado português
  6. Resumidamente, a forma que uma pessoa tem para ter um diploma australiano é estudar em universidade da Austrália. Agora, no período anterior troque a nacionalidade australiana e o país Austrália por qualquer par de nacionalidade e país e a sentença seguirá corretamente empregada.

“Universidade Internacional” e “Diploma Internacional”

Algumas pessoas gostam de usar o termo diploma internacional ou universidade internacional. Na prática, um diploma tem sempre uma nacionalidade e uma universidade também possui sempre uma nacionalidade porque cada universidade deve ser credenciada, regulada e fiscalizada por órgão de estado do seu país sede inexistindo o conceito de universidade internacional.

Por exemplo, a Ambra University é uma Universidade dos Estados Unidos da América, ou seja, uma universidade americana.

Aproveite e veja detalhes sobre o Golpe do Diploma Internacional.

Reflexão sobre estudar em Universidade dos EUA como a Ambra University

Ao cursar mestrado em universidade brasileira, a pessoa terá um título brasileiro de mestrado porque a nacionalidade do título é sempre a mesma nacionalidade da instituição de ensino.

Uma opção que a internet criou foi estudar via internet em universidades de outros países e conquistar um diploma dos Estados Unidos da América, da Austrália, da Inglaterra, da Espanha, etc independentemente de residir no mesmo país da universidade.

A opção de mestrado no exterior é adequada para algumas pessoas e pode não ser o melhor caminho para outras pessoas.

Ao longo da história, o próprio governo brasileiro incentiva e até financia mestrados e doutorados no exterior, portanto, é algo corriqueiro na elite acadêmica e profissional do Brasil.

Caso você esteja considerando a Ambra, faça sua análise de alternativas e compare o mestrado da Ambra com:

  1. Mestrado brasileiro que você tenha condições de cursar
  2. Mestrado português que você tenha condições de cursar
  3. Mestrado de outras universidades americanas que você tenha condições de cursar
  4. Etc
  5. Faça o levantamento de suas alternativas e compare as opções, visando ajudar, segue um trecho de uma palestra no qual constam itens comparáveis envolvendo mestrado da Ambra, bons mestrados brasileiros, mestrados na américa latina, mestrados na Europa e mestrados de universidades de pesquisa dos EUA.

A Ambra University é a Universidade Adequada?

Uma pergunta pouco realizada que considero super importante é “A Ambra University é a universidade adequada para meu perfil e meus objetivos pessoais e profissionais?”.

Inicialmente, esclareço que a Ambra NÃO tem como objetivo ser universidade adequada para todas as pessoas, nem mesmo para todos os brasileiros. Aproveite e leia os textos da série “Não estude na Ambra” porque ele apresenta características de pessoas que não devem estudar na Ambra University.

O nosso objetivo é ser uma opção para profissionais que sabem que podem mais e ainda não alcançaram seu máximo intelectualmente e profissionalmente. A Ambra é a universidade para ajudar essas pessoas a alcançarem seu pleno potencial intelectual e profissional.

Ao final de um mestrado na Ambra, certamente, a pessoa é uma versão muito mais capaz, muito mais profissional, muito mais produtiva, muito mais qualificada e muito melhor do que essa pessoa era antes de realizar mestrado na Ambra. Os mestrados da Ambra visam acelerar e antecipar a evolução pessoal e profissional dos profissionais que são aprovados no processo seletivo.

A solução educacional ofertada pela Ambra University é um mestrado de alto nível comparável aos melhores do mundo quando consideramos o conhecimento aprofundado, o destaque profissional, o networking e o nível geral das pessoas que conquistam os títulos americanos da Ambra University. 

Aqui na Ambra, ofertamos um mestrados com rigor acadêmico, seriedade da instituição, dedicação dos professores e networking com colegas que são profissionais qualificados e comprometidos. Nossos mestrados são feitos para ajudar profissionais a alcançarem seu pleno potencial intelectual e profissional.

Saiba mais em: https://www.ambra.education/

Compromissos educacionais da Ambra University:

  • turmas de 20 mestrandos,
  • feedback 1 a 1 (docente : discente),
  • mestrandos selecionados e comprometidos,
  • networking relevante,
  • debate e conhecimento aprofundado,
  • significativo desenvolvimento intelectual,
  • publicações de artigos, capítulos e livros,
  • professores qualificados e dedicados,
  • docentes conhecem cada mestrando(a),
  • dissertação com orientação 1 a 1.

Finalmente, espero ter deixado claro que:

  1. a Ambra é uma universidade dos Estados Unidos da América,
  2. os diplomas da Ambra são americanos,
  3. estudar na Ambra é uma opção
  4. a Ambra não é uma instituição massificada para toda e qualquer pessoa
  5. os cursos da Ambra são criados para formação de alto nível
  6. os mestrandos da Ambra são profissionais selecionados e comprometidos

Seja qual for o caminho para sua a evolução profissional, desejo-lhe sucesso independentemente de você escolher a Ambra University ou outra instituição de ensino.

Finalmente, conheça nossos mestrados e qualificação profissional em nosso site institucional: https://www.ambra.education