Série 10 anos de Direito EAD – texto 8: Por que o curso de direito da Ambra é mais caro e são ofertadas poucas vagas?

Chegamos ao oitavo texto da série comemorativa aos 10 anos de Direito EAD, no qual trataremos sobre a seguinte questão: Por que o Bacharelado em Direito da Ambra é mais caro e tem poucas vagas em relação a outros cursos de graduação a distância?

A resposta tem relação com tudo que foi abordado nos textos anteriores:

1 – É possível ensinar/ aprender direito a distância?

2 – Como funciona o CAP Method?

3 – O que é Fórum Argumentativo?

4 – Como são realizados os trabalhos no curso de direito da Ambra?

5 – Como são as aulas no Bacharelado em Direito da Ambra?

6 – Como é a prática jurídica no curso de direito a distância?

7 – Como é o TCC no curso de direito da Ambra?

A Ambra desenvolveu o CAP Method®, um método de ensino próprio que possui três pilares: Competences (Conpetências), Formative Assessment (Avaliação Formativa) e Deliberate Practice (Prática Deliberada).

O CAP Method requer professores especializados que possam dedicar tempo aos seus alunos, pois estes são acompanhados individualmente. Trata-se de um método de ensino muito diferente do EAD de massa que busca a diminuição de custos.

Nosso foco não é diminuir custos em detrimento da qualidade do ensino. Nosso objetivo é dar acesso ao ensino de qualidade. A Ambra não oferta cursos a distância para diminuir custos, oferta para dar uma opção de acesso a pessoas que têm algum tipo de dificuldade de acesso ao ensino de excelência. 

Exemplos: pessoas que precisam de flexibilidade de horários em razão de trabalho, família, etc; que têm alguma dificuldade de locomoção; que moram em localidades cujo deslocamento para faculdades é difícil; que estão em diversos países do mundo e sentem-se mais confortáveis estudando em português; etc.

Se o método de ensino utilizado pela Ambra fosse de massa, o curso seria mais barato, mas não seria focado em competências com acompanhamento individualizado, encontros ao vivo, avaliação formativa, feedbacks especializados, etc. 

Se o curso da Ambra custasse o mesmo valor da maioria dos cursos EAD, ele seria como a maioria dos cursos EAD: somente aulas gravadas, questionários objetivos e um link no canto da tela para mandar uma pergunta ao tutor. 

A Ambra optou por um modelo de ensino que transforma cada pessoa em uma versão melhor de si mesma. Acreditamos que sair do ensino superior da mesma forma (ou quase da mesma forma) que se entrou não vale a pena. 

Ao optar por estudar na Ambra, o(a) aluno(a) escolhe ter trabalho e dedicar tempo aos estudos, mas também escolhe uma formação de alta qualidade sem ter de sair do conforto de sua casa. 

Além de mais caro, o método desenvolvido pela Ambra University requer um número menor de alunos por turma a fim de que os(as) professores(as) possam dedicar tempo a cada um. 

Para demonstrar as diferenças entre o ensino da Ambra e o EAD de massa, vamos fazer uma comparação com o ensino presencial.

Imagine um curso de ensino superior cujas aulas ocorram em um auditório com 80 lugares. O(a) professor(a), pesquisador reconhecido na sua área de estudos, ministra aulas expositivas utilizando um microfone e não é possível responder as perguntas de cada aluno ou fazer atividades práticas. Estas são inviáveis devido ao número de pessoas: não é possível que o professor acompanhe muitos grupos ou que todos realizem apresentações. 

Dúvidas são direcionadas aos monitores que ficam disponíveis após cada aula. Cada aluno(a) deve aguardar a sua vez de perguntar. Não há trabalhos dissertativos e as provas são objetivas. Com o gabarito em mãos, os monitores corrigem as provas.

Agora imagine um curso no qual as aulas ocorram em grupos pequenos, assim o(a) professor(as) tem condições de dedicar tempo a cada aluno(a). As aulas expositivas são dialogadas, pois os(as) estudantes podem fazer perguntas e comentários. Há trabalhos dissertativos com feedbacks do(a) professor(a). Há também trabalhos em grupo e apresentações orais. 

Qual desses dois modelos de ensino você acha mais adequado para você? Em qual deles você acha que aprenderia mais? Qual curso você acha que seria mais barato?

No EAD de massa, é fácil reduzir custos com uma tutoria de baixa qualificação e alocando muitos alunos por tutor. É isso que muitas instituições de massa fazem.

No CAP Method®, os professores especializados (todos com mestrado ou doutorado) precisam ter tempo para dedicar às seguintes atividades:

  • Responder dúvidas que são enviadas pelos alunos por meio de ferramentas assíncronas
  • Fornecer feedbacks em todas as atividades avaliadas (no mínimo duas vezes em tarefas e sem limite no fórum argumentativo)
  • Atender os(as) alunos(as) em tempo real (Office Hour)
  • Ministrar aulas ao vivo (Mega Lecture)
  • Participar das apresentações orais e dos debates de caso fornecendo feedbacks oralmente
  • Orientar alunos individualmente no projeto e no TCC

Um curso cujas atividades encontram-se no nível “lembrar” ou “entender” da Taxonomia de Bloom não pode ser comparado a um curso que busca levar seus(as) estudantes ao nível “criar”. Também não podemos comparar os custos de um curso no qual o(a) professor(a) apenas grava aulas com um curso no qual o(a) professor(a) acompanha e sabe o nome de cada um dos(as) alunos(as).

Diante de tudo que foi exposto ao longo deste texto, fica fácil entender por que o Bacharelado em Direito da Ambra é mais caro e tem menos vagas do que a maioria dos cursos EAD.