Ambra na Imprensa: O intercâmbio do futuro já começou

Editorial de Alfredo Freitas, diretor de educação da Ambra, para o “Panorama do Turismo” repercute efeito da pandemia no ensino online

Os efeitos do isolamento da pandemia, desde 2020, impulsionaram os já expressivos investimentos em tecnologia educacional. O intercâmbio e formação no exterior mudaram alcançaram novos patamares.

A promessa é que os sistemas de ensino online implantados pela primeira vez em diversas instituições, devem permanecer como uma alternativa de estudo mesmo com o fim da pandemia.

Alfredo explica que o momento pós-pandemia exigirá criatividade para o profissional que pretende seguir o percurso ascendente para formação e conhecimento. “É preciso aproveitar o momento para conseguir uma formação no exterior, inclusive, de forma remota. A pandemia não precisa ser um momento de paralisia para a formação profissional, ao contrário, o momento pode e deve ser estimulante.”

Confira aqui o editorial.

Previous articleAmbra na Imprensa: O Intercâmbio do futuro já começou
Next articleAmbra na Imprensa: Universidade americana oferece cursos em português para brasileiros