Ambra na Imprensa: O Intercâmbio do futuro já começou

Um artigo do Diretor de Educação da Ambra para o jornal Gazeta de Alagoas

Desde o início da pandemia, em 2020, as pessoas têm buscado novos caminhos para trabalhar e estudar. Um leque de possibilidades se abriu e provavelmente se tornará permanente. 

O intercâmbio e a formação no exterior são exemplos. Aplicativos de ensino de idiomas, aulas e congressos virtuais, softwares de aprendizagem estão cada vez mais presentes e prometem ir ainda mais longe em um futuro próximo.

O estudo remoto no exterior é um passo que está sendo dado por muitos. “Já é muito grande o número de estudantes estrangeiros que busca formação continuada nos EUA de forma remota. As vantagens são inúmeras: menor custo, não abandono ou interrupção da carreira profissional no Brasil, não distanciamento da família, adequação da metodologia de aprendizagem ao ritmo do aluno, entre outras”, explica o diretor de educação da Ambra University, Alfredo Freitas.

Confira o artigo completo: O Intercâmbio do futuro já começou

Previous articleAmbra na Imprensa: Ômicron adia retorno definitivo ao trabalho e ensino presencial